Qual a diferença entre a direção hidráulica e a elétrica e como elas funcionam

No passado, os carros eram fabricados sem direção hidráulica ou elétrica, o que tornava o volante muito mais difícil e menos confortável para dirigir. Muitos se lembrarão de como era difícil virar a direção do carro, especialmente quando precisávamos estacionar o carro na garagem, em um estacionamento ou na hora de fazer uma curva acentuada em velocidade baixa, esses eram os sistemas de direção mecânica.

Sem dúvida, os avanços tecnológicos no dia a dia tem melhorado o sistema de direção dos veículos.

A direção hidráulica avançou bastante na engenharia automotiva, mas nos últimos anos, a transição de seus sistemas de direção estão voltados para a era eletrônica.  

Quer saber mais sobre a diferença entre a direção hidráulica e a elétrica?

Vamos agora entender os conceitos básicos de direção hidráulica.

A direção hidráulica usa pressão hidráulica ou de fluido para ajudar os sistemas de direção. Seu sistema consiste em mangueiras, correia de transmissão, fluido, polia e bomba.

Basicamente, funciona com a bomba ligada ao motor do carro e usa a pressão hidráulica para multiplicar a força que o motorista coloca no volante.

Hoje em dia, a maioria dos carros é fabricada com direção elétrica, que não requer todos esses componentes usados ​​em um sistema de direção hidráulica.

Em vez disso, o sistema de direção elétrica tem um motor elétrico colocado no Rack de direção junto com sensores que podem detectar o torque do motorista.

A direção do carro pode ser de três tipos:

1. Direção hidráulica

2. Direção hidráulica de energia elétrica (EPHS)

3. Direção assistida totalmente elétrica (EPS)

O que é e como funcionam as direções hidráulicas? 

  • 1. Direção hidráulica:

Os sistemas hidráulicos usam um fluido de alta pressão para ajudar o motorista a girar as rodas com muita facilidade. Ele usa um tipo de pistão para facilitar o trabalho. Quando o motorista gira o volante, ele abre o fluxo do fluido pressurizado de tal forma que ajuda a girar as rodas na direção desejada.

  • 2. Direção hidráulica de energia elétrica (EPHS):

É um híbrido de hidráulica e elétrica. Neste sistema, uma bomba hidráulica obtém sua energia de um motor elétrico em vez de uma correia acionada pelo motor. Portanto, também reduz a quantidade de energia que precisa ser retirada do motor. 

  • 3. Direção assistida totalmente eléctrica (EPS):

É um sistema que ajuda a girar as rodas usando alguma fonte de energia. Geralmente, a direção elétrica funciona com a ajuda de um motor elétrico e uma unidade de controle que possui algum tipo de sensor. O motor funciona com bateria e usa energia elétrica para auxiliar o movimento da direção quando o motorista gira a roda.

Quais as Vantagens e desvantagens de uma direção elétrica?

Os sistemas elétricos são mais eficientes, mas exigem maior demanda tecnológica do veículo. 

Manutenção: simplificada pela ausência de peças mecânicas.

Vantagens da direção elétrica:

  • muito baixo consumo de energia; 
  • menor esforço a baixa velocidade do motor;
  • a assistência elétrica não é perdida quando o motor falha ou trava;
  • melhor economia de combustível; 
  • menores emissões de gases poluentes;
  • índice de manutenção muito inferior ao da hidráulica.

Desvantagens da direção elétrica:

  • o grande esforço dos engenheiros está justamente na calibração do sistema para que a sensação ao dirigir o carro não seja artificial demais;
  • no caso de problemas, o valor de manutenção é mais elevado que o do sistema hidráulico.

Quais as vantagens e desvantagens de uma direção hidráulica?

Os sistemas hidráulicos são menos eficientes, mas são muito básicos e bem compreendidos.

Manutenção: complexa devido o excesso de partes mecânicas.

Vantagens da direção hidráulica:

  • provavelmente mais barato;
  • muita gente acha que tem melhor sensação de direção (questionável).

​Desvantagens da direção hidráulica:

  • necessita de mais manutenção devido ao maior número de peças;
  • possibilidade de vazamentos;
  • alto consumo de energia parasitária (a bomba está sempre funcionando);
  • redução da assistência quando o motor está girando mais devagar;
  • o fluido hidráulico precisa ser substituído;
  • a confiabilidade da bomba não é a melhor para motores de alta rotação.

De uma forma geral, para quem dirige as duas direções são bem parecidas, não existe diferença entre elas em termos de leveza. Ambas deixam a direção mais macia e as manobras mais fáceis, isso vai do gosto de cada um, já que os dois tipos têm os seus fãs. 

Contudo, em relação ao veículo, a direção elétrica controla melhor a energia do carro, exige menos força do motor e é mais eficiente.

A economia de combustível que a direção elétrica proporciona é pequena, não é perceptível ao bolso dos motoristas. Mas, se pensarmos em ser sustentável, isso pode representar uma grande economia para o planeta

Nós, do Catarina Carros, estamos sempre à disposição para ajudá-los da melhor maneira possível.

Gostou do artigo? Então, compartilhe o conteúdo com seus amigos e familiares. 

Desse modo, mais pessoas conhecerão os detalhes sobre a diferença entre a direção hidráulica e a elétrica e como elas funcionam.

Continue no embalo, você também pode se interessar por estes outros conteúdos!

foto
Melhores carros para família com espaço interno grande
Anterior
foto
Caminhonete, picape e camioneta: tipos, preços, marcas e suas diferenças
Próximo